A economia de combustível do seu carro está em suas mãos. Fique atento à algumas orientações para você frequentar menos o posto de combustível.

Não existe mágica. A receita para economizar com seu carro é a combinação de quatro atitudes:

1

Dirigir de maneira correta
2

Ter em dia as manutenções recomendadas pelo fabricante (troca de óleo e revisões)
3

Tomar cuidado ao escolher o combustível na hora de abastecer
4

Ter uma rotina de manutenção preventiva

Neste post exploraremos os seguintes tópicos que impactam diretamente no consumo:

Como você cuida do seu carro?

Você sabia que práticas simples podem influenciar muito no resultado dentro do seu tanque? Calibrar os pneus com frequência, diminuir os apetrechos e bagagens, influenciam muito no desempenho e na economia do seu carro.

Além de prevenir multas - por exemplo , rodar com pneus desgastados ou lâmpadas e faróis queimados gera pontos na carteira de habilitação (CNH) e multa.

Como são seus hábitos ao volante?

O jeito de guiar faz toda a diferença. Você dirige certo? Certos hábitos, como a troca de marcha, excesso de velocidade e a sua atenção no trânsito tem um impacto direto no consumo do seu carro.

Confira as dicas e curiosidades que te ajudarão na hora de economizar o combustível do seu carro.

"Banguela" economiza?

Descer com o carro em ponto morto economiza combustível?

Não! Acontece o oposto, além de sobrecarregar os freios e desgastá-los prematuramente. O veículo no ponto morto (na banguela) gasta mais combustível!  Quando o veículo está engatado e sem aceleração o sistema diminui a quase zero a injeção de combustível. Quando o carro não está engatado, o sistema de injeção continuará injetando combustível para manter o motor ligado.

Cuidado, andar com o carro em ponto morto é uma infração de trânsito média e passível de multa e pontos na carteira!

(artigo 231 – Código de Trânsito Brasileiro)

Troca de marcha

Trocar a marcha da maneira correta faz o seu carro emitir menos poluentes e ainda diminui os  seus gastos com combustível.

[DICAS]

Devo usar a marcha até o limite da velocidade antes da troca? 

Isso é indicado apenas em casos pontuais, como uma ultrapassagem, por exemplo. “Esticar” a marcha (ou câmbio) até o limite desgasta o motor prematuramente.

E o câmbio automático? 

Nesse caso o motorista não tem muito controle sobre a mudança de marcha. O câmbio automático consome mais combustível, mas isso pode ser amenizado através de uma condução mais tranquila.

Descer em ponto morto (ou neutro) estraga o carro?

Não estraga o carro, mas pode ser um risco a sua segurança caso seja necessário frear rapidamente, pois o carro percorrerá uma distância maior por não estar engrenado.

Qual a rotação do motor (rpm) recomendável para a troca de marcha?

Não existe uma rotação padrão para todos os carros, pois cada motor tem as suas especificações. Mas na dúvida, a troca de marcha entre 2.000-3.000 giros está adequada. Se o carro aparentar estar “fraco” é sinal que a marcha está acima, assim, reduza para ganhar mais força, e caso o motor estiver “esgoelando” a marcha está abaixo do recomendado, portanto suba a marcha.

 

Pneus calibrados

Porque a calibragem dos pneus é tão importante? A pressão é o que mantém o pneu no formato correto, rodar com a pressão ABAIXO do recomendado altera o seu formato uniforme, o que provoca um desgaste irregular e o pneu fica “careca” nas laterais mais rapidamente do que no meio. Esse desgaste prematuro além de diminuir a vida útil, atrapalha a dirigibilidade, fazendo o carro “puxar” em frenagens e desvios, especialmente no piso molhado.

Você já andou em uma bicicleta com o pneu murcho? 

As pedaladas ficam pesadas e lentas, apesar do nosso esforço. A mesma coisa acontece com seu carro, mas como é o motor quem faz a força, você acaba não percebendo. Quem percebe é o seu bolso, pois o maior esforço do motor se reflete no consumo de combustível. Em contrapartida, para evitar os perigos do pneu murcho, algumas pessoas colocam uma PRESSÃO MAIOR do que a recomendada. Isso também é ruim, pois o pneu também se deforma, o que provoca o desgaste irregular, gastando primeiro o meio do pneu, que também irá durar menos. O pneu com excesso de pressão se torna mais duro, absorvendo menos os impactos da pista, o que afeta o conforto do veículo e aumenta o esforço da suspensão. Pressões muito altas podem levar até a uma deformação permanente ou estouro do pneu.

Procure calibrar semanalmente os pneus. Se a pressão baixar muito pouco entre cada verificação, ótimo, você está com os pneus em ordem, andando sempre na calibragem certa. Uma perda de até 2 libras por semana é considerada normal. Agora, se a pressão estiver caindo muito, pode ser que haja um furo ou problema na válvula.

Qualquer dúvida com os seus pneus, agende um diagnóstico no aplicativo Otimicar.

Evite apetrechos

Está pensando em adicionar algum apetrecho em seu carro? 

Fique atento à objetos que alteram as características originais do veículo. Engenheiros gastam anos projetando um carro para que ele tenha o melhor desempenho possível e menor consumo com as peças originais. Aerofólios, bagageiros, suportes (para bicicletas, pranchas, etc) e pneus fora da medida estão entre as adaptações que têm um impacto direto no consumo de combustível.

Antes de instalar qualquer acessório no carro, consulte um especialista, fale com o Diogo no aplicativo Otimicar.

Entenda porque eles impactam no consumo:

AEROFÓLIOS

Essa peça, comumente usada por pilotos de corrida, cria mais aderência, sendo responsável por “prender” o carro ao solo (também conhecido como downforce), aumentando a estabilidade do carro em altas velocidades, tanto em retas como curvas. Em ambiente urbano, esse item funciona como um mero enfeite que aumenta o peso e o consumo de combustível.

BAGAGEIRO

Especialmente visto em carros com porta malas pequeno, este item é muito utilizado em período de férias. Muitos motoristas esquecem de removê-lo após o uso, aumentando o peso do carro sem muito proveito e, consequentemente, aumentando o consumo de combustível.

RODAS E PNEUS

Muito é investido em pesquisa na escolha da medida desses itens para o seu veículo, sempre pensando na relação entre desempenho e economia. Alterações muito grandes no tamanho do aro da roda ou nas medidas do pneu afetarão o consumo. Para saber mais como cuidar dos seus pneus, leia a nossa postagem completa sobre Manutenção preventiva.

Atenção no trânsito
Separamos algumas dicas sobre excesso de velocidade que irão ajudá-lo a economizar combustível.

VELOCIDADE

No fluxo das cidades, cerca de 50% da energia necessária para impulsionar seu carro é utilizada na aceleração. Portanto, tenha calma, dirigir com moderação, além de economizar combustível, evita possíveis problemas e manobras bruscas. Próximo ao semáforo, por exemplo, diminua a velocidade antecipadamente se ele estiver vermelho. Assim, você poderá pegar o sinal verde antes mesmo de parar o veículo, economizando combustível.

MARCHA 

Mude as marchas conscientemente e observe o conta-giros. Para o consumo de combustível ser menor e o motor mais eficiente, você tem que mudar a marcha na rotação por minuto (rpm) indicado no manual do seu carro. Geralmente a mudança de marcha deve ser feita entre 2.500 e 3.000 rpm.  Tente também evitar o ziguezague entre os carros, isso só vai te causar mais stress e aceleradas desnecessárias pelo caminho.

 

Em subidas íngremes, use marchas fortes. Elas também podem ser usadas como freio motor nas descidas. Agindo assim você consegue frear o carro e ainda economiza combustível, pois a injeção eletrônica identifica que não é preciso acelerar durante a descida e interrompe o envio de combustível para o motor.

ENGARRAFAMENTOS

Use a tecnologia ao seu favor e tente evitá-los, existem muitos aplicativos de geolocalização que sinalizam rotas congestionadas. Mas, se nao tiver jeito, fique em ponto morto se acha que ficará parado por mais de dois minutos. Fazendo isso, você economiza mais combustível do que gasta ao dar a partida no motor.  

Comece a controlar os gastos do seu veículo no aplicativo e compare a economia gerada após adotar atitudes simples, mas que irão aliviar o seu bolso.

Excesso de velocidade
Dirigir rápido não só pode resultar em multas, como também te fazer gastar muito mais gasolina do que deveria!

[CUIDADO AO ACELERAR] 

Acelerar demais impacta diretamente no aumento do consumo. Cada acelerada indevida representa uma injeção de combustível no motor e, sem espanto, seu dinheiro jogado fora. Manter uma aceleração constante e moderada, deixando o motor trabalhar em rotações adequadas com atenção ao momento certo de trocar as marchas é a melhor forma de economizar.

Quando o semáforo abrir, ganhe velocidade lentamente, sem acelerações bruscas. Quando ele fechar, vá reduzindo a velocidade para ficar parado o menor tempo possível. A receita para um consumo baixo é estar sempre em movimento, ainda que devagar.

[CURIOSIDADE] 

Outra situação que ainda acontece é o hábito de acelerar o carro antes de desligá-lo.  Ainda tem gente que costuma dar uma última acelerada antes de apagar o motor. É um mito que vem da época do motor de dois-tempos, no qual o óleo era misturado ao combustível. Acreditava-se que assim as paredes dos cilindros estariam mais lubrificadas e facilitariam a partida no futuro. Outros acreditavam que no motor de quatro tempos o excesso de combustível ficaria na câmara e ajudaria na combustão no próximo uso. Com a injeção eletrônica, nada disso faz sentido. O procedimento só desperdiça combustível. Só se deve acelerar o carro quando houver necessidade de força.

[CONTROLE A VELOCIDADE]

Além da economia que você terá por não ultrapassar a velocidade permitida, evitando uma multa,  seu estilo de direção impacta no consumo de combustível. Procure usar o controle de velocidade em trechos mais longos de estrada, isso ajuda o carro a manter velocidade constante e aumenta a economia.

Dirigindo com muita rapidez, você força o motor ao extremo.  Ele funciona em uma temperatura mais alta, em uma rotação maior e, consequentemente, tem um desgaste mais rápido. Mesmo motores mais modernos e feitos para maiores velocidades podem sofrer com o aumento da temperatura. É melhor para o veículo manter sempre uma velocidade estável.

Adotar melhores hábitos de direção impacta tanto no consumo de gasolina quanto nos custos de manutenção do veículo.

Você sabe qual é a sua média de consumo de combustível por litro (km/L)?

Adicione seus gastos com combustível no aplicativo Otimicar e tenha essa informação facilmente no [INSIGHTS]. Além de ganhar Otimicoins , você controla facilmente suas despesas! Baixe aqui!